segunda-feira, 16 de março de 2009

Infância - Maria Inês Chaves de Andrade


Na pereira alta
A pera
Desesperada
Espera pela
Boca peralta
Que perambula
Pela pirambeira
E perante a pera
Nem acha a pereira alta.
.
Imagem retirada do site:
.

5 comentários:

www.manuelmarques.com disse...

Nunca é tarde para voltar a evidenciar o nosso lado de criança, sobretudo quando andamos de costas voltadas para o que de melhor a vida tem.

Ainda para mais agora que a minha vida vai dar a volta que eu sempre quis que desse!

Parabéns a todas as crianças que também aqui podem ter um pedaço de alegria!

Chica disse...

Que lindo,Renata! Essa pera fez lembrar a infância, naquele tempo em que se podia apanharas frutas nos pés e nas casas dos outros, fazendo traquinagens,não? um beijo,chica

Anne Lieri disse...

Renata,que graça essa poesia da Maria Inês!Parabéns pelo lindo blog!Afetuoso abraço,

Eloí Elisabete Bocheco disse...

Oi, Renata! Você criou um cantinho mágico para reencontrarmos o ludismo de nossa infância.Parabéns!
Fiquei feliz em ver meus poemas postados em tão belo espaço.
Ficarei feliz em recebê-la em minhas Salas Poéticas:
http://wwwsaladeferramentas.blogspot.com

http://wwwprosaseversos.blogspot.com
Um grande abraço
Eloí Elisabete Bocheco

Úrsula Avner disse...

Oi Renata, que amor de poesia ! Muito criativa e delicada ! Seu blog é fofo ! Cheguei ao seu blog através do blog Sementinhas o qual estou acompanhando. Também escrevo poesias para crianças e adultos. Quando puder, conheça o "Gotinhas de Poesias" . Um bj com meu carinho.